http://youtu.be/PT1pPIBEEWQ

Loading...

segunda-feira, novembro 12, 2012

Reflexões sobre a aprendizagem - Eixo I

Quando ainda não estava familiarizada com o conceito de currículo por projetos, tive uma péssima ideia, uma ideia preconcebida a respeito.
Cheguei a pensar que o professor não quisesse dar aulas, “ensinar” e fizesse o aluno realizar todo o trabalho no lugar do professor. E ainda por cima, o professor divulgava, aos quatro ventos, orgulhosamente, sobre o fato de os alunos terem feito tudo sozinhos, um trabalho que deveria ser do professor! Ledo engano!
Agora que estou do outro lado da meia-noite, não só no papel de mãe de aluno, mas também como professora, percebo ainda latente, essa resistência a qual minha tutora, Profª Marineide, havia mencionado. Essa resistência nos remete ao próprio conceito de projeto.
Um projeto se caracteriza pela dúvida sincera. Portanto, ela deve ser coerente.
Vencidas essas etapas, chegamos à etapa crucial: expor nossa fraqueza.
Isso incomoda. Isso dói... Pois, um projeto nasce de alguma deficiência, do aluno e do professor, por que não? Por isso, o projeto contempla todos os envolvidos, do processo até a sua culminância.
Desenvolver um projeto, portanto, é desnudarmo-nos em humildade e olhar para as nossas fraquezas e transformá-las em pontos fortes.

Assim, poderemos nos cingir da vestimenta dos conceitos que arregimentarão a nossa prática pedagógica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário