http://youtu.be/PT1pPIBEEWQ

Loading...

domingo, novembro 18, 2012

REFLEXÃO SOBRE A APRENDIZAGEM - EIXO II

Quando o sábio grego descreve os frutos da educação como doces, apesar de suas raízes amargas ele quer nos exortar a buscar o caminho da aprendizagem, sempre.
Da educação alimentar podem-se depreender conclusões semelhantes. Geralmente, os alimentos menos apetitosos são saudáveis e deles podemos obter benefícios multiplicadores.
Assim é que a Pedagogia da Esperança de Paulo Freire parece um emaranhado de um jogo de palavras do aqui com agora e lá e mais acolá. Mas também, é a chave, com a qual abriremos portas. Portas que normalmente não se abrem facilmente.
Ele pontua a necessidade de se considerar sempre os saberes e experiências dos alunos, a partir dos quais é que o professor estabelece sua prática pedagógica, integrando o currículo à tecnologia educativa.
O professor existe para o aluno, em primeiro lugar. Depois é que se pode colher frutos adocicados... Palavra de Aristóteles!

Nenhum comentário:

Postar um comentário