http://youtu.be/PT1pPIBEEWQ

Loading...

quarta-feira, novembro 07, 2012

Zona proximal de desenvolvimento

Dentre os conceitos de vários educadores importantes, detive-me nos de Vygotsky, mais pelo papel determinante que ele empresta ao professor, no processo de aprendizagem do aluno. Vygotsky percebeu que, duas crianças com o mesmo nível de desenvolvimento real teriam diferenças na aprendizagem posterior, conforme seus contextos sociais. Logo, a criança que recebesse a orientação adequada do professor alcançaria um nível elevado de aprendizagem, em relação àquela que não recebesse essa resposta social. A esse desenvolvimento potencial, o psicólogo soviético deu o nome de zona proximal de desenvolvimento. O foco do professor, portanto, jamais deverá ser sobre os louros e medalhas recebidos pelo aluno e sim, sobre o seu potencial de aprendizagem, sobre o que o futuro reserva para a criança assistida pelo professor. No trabalho por projeto, que tem cunho coletivo, cada integrante realizará sua contribuição ao projeto, segundo sua ZPD (zona proximal de desenvolvimento). O aluno se sentirá motivado ao ser desafiado a resolver questões gradativamente difíceis. Questões aquém ou além de seu potencial e, portanto, fora de seu ZPD serão improdutivas, colocando em risco o andamento do projeto. O conceito de ZPD se aplica em outras interações sociais, não só na relação criança-adulto, mas adulto-adulto, por exemplo, resultando no autoconhecimento e no conhecimento do outro, possibilitando um relacionamento pautado na crítica construtiva e, ao mesmo tempo, na aceitação dessas críticas, como forma de alçar voos mais altos. Cabe ao professor, portanto, identificar, mediar e ativar a zona proximal de desenvolvimento de cada aluno, segundo Vygotsky.

Nenhum comentário:

Postar um comentário